Quem Somos
  Nossa Opinião
  Cursos e Visitas
  Turismo Educacional
  Turismo Religioso
  Jornal Assiraj
  Loja Virtual
  Sermões de Sexta-Feira
 Baixe Revistas Grátis
  O Islã em Arquivos
  Livros Virtuais
  Baixe Livros Grátis
  Trabalhos Acadêmicos
 
  Islamismo
  Leia o Alcorão Sagrado
  Princípios Religiosos
  Práticas Religiosas
  Perguntas e Respostas
  Calendário Islâmico
  Aulas de Religião
  Horários das Orações
 
 
A PALESTINA NÃO É AQUI, NEM FICA EM ISRAEL
por: Salem Nasser
QUANDO SURGIU O TERRORISMO
por: José Farhat
 
  Jurisprudência
  A profecia e os profetas
  O Profeta Muhammad
  Os Imames
  Dia da Ressurreição
  Assuntos Sociais
  A Economia no Islã
  Espaço da Mulher
  Sites Recomendados
  Jesus no Alcorão
 
  Tour Virtual
  Vídeos
  Recitação do Alcorão
  Papéis de Parede
  Proteções de Tela
  Recitação de Súplicas
 
 

cadastre-se para receber
os Informativos.


Email:

 
 

 

 

 

 

"AL CÂMAR"

(A LUA)


Relevada em Makka; 55 versículos, com exceção dos versículos 44 a 46, que foram reveladas em Madina.

54ª SURATA

Em nome de Deus, o Clemente, o Misericordioso.

A Hora (do Juízo) se aproxima, e a lua se fendeu(1569).


Porém, se presenciam algum sinal, afastam-se, dizendo: É magia reiterada!


E o rejeitam, e persistem em suas luxúrias; porém, cada coisa terá o seu fim.


E, sem dúvida, tiveram bastante admoestação exemplificada.


E sabedoria prudente; porém, de nada lhes servem as admoestações.


Afasta-te, pois, deles (ó Mensageiro), e recorda o dia em que o (anjo) convocador convocará os humanos a algo terrível.


Sairão dos sepulcros, com os olhos humildes, como se fossem uma nuvem de gafanhotos dispersa,


Dirigindo-se, rapidamente, até ao convocador; os incrédulos dirão: Este é um dia terrível!


Antes deles, o povo de Noé havia desmentido os mensageiros; desmentiram o Nosso servo, dizendo: É um energúmeno!, repudiando-o por todas as vias.


Então ele invocou seu Senhor, dizendo: Estou vencido! Socorre-me!


Então abrimos as portas do céu, com água torrencial (que fizemos descer).


E fizemos brotar fontes da terra, e ambas as águas se encontraram na medida predestinada.


E o conduzimos (Noé) em uma arca, de tábuas encavilhadas,


Que flutuava sob o Nosso olhar, como recompensa para aquele que foi desmentido.


E a expusemos, como sinal. Haverá, porventura, alguém que receberá a admoestação?(1570)


Qual! Quão terríveis foram o Meu castigo e a Minha admoestação!


Em verdade, facilitamos o Alcorão, para a admoestação. Haverá, porventura, algum admoestado?


O povo de Ad rejeitou o seu mensageiro. Porém, quão terríveis foram o Meu castigo e a Minha admoestação!


Sabei que desencadeamos sobre eles um vento tormentoso, em um dia funesto,


Que arrebatava os homens, como se fossem troncos de tamareiras desarraigadas.


Observa, portanto, quão terríveis foram o Meu castigo e a Minha admoestação!


Em verdade, facilitamos o Alcorão para a recordação. Haverá, porventura, algum admoestado?


O povo de Tamud desmentiu os admoestadores,


Dizendo: Quê! Acaso, haveremos de seguir um homem solitário, surgido dentre nós? Cairíamos, então, em extravio e na loucura!


Acaso, foi a Mensagem revelada só a ele, dentre nós? Qual! É um mentiroso, insolente!


Logo saberão quem é mentiroso e insolente!


Em verdade, enviamos-lhes a camela como prova. E tu (ó Saléh), observa-os e aguarda com paciência.


E anuncia-lhes que a água deverá ser compartilhada entre eles, e casa qual terá o seu turno registrado.


Então, chamaram um companheiro seu, o qual tomou de um sabre e a abateu.


Porém, quão terríveis foram o Meu castigo e a Minha admoestação!


Sabei que enviamos contra eles um só estrondo, que os reduziu a feno amontoado.


Em verdade, facilitamos o Alcorão, para a admoestação. Haverá, porventura, algum admoestado?


O povo de Lot desmentiu os seus admoestadores.


Sabei que desencadeamos sobre eles uma chuva de pedras, exceto sobre a família de Lot, a qual salvamos na hora da alvorada.


Por nossa graça. Assim recompensamos os agradecidos.


E (Lot) já os havia admoestado, quanto ao Nosso castigo; porém, duvidaram das admoestações.


E intentaram desonrar os seus hóspedes; então, cegamos-lhes os olhos, dizendo: Sofrei, pois, o Meu castigo e a Minha admoestação!


E, ao amanhecer, surpreendeu-os um castigo, que se tornou perene.


Sofrei, pois o Meu castigo e a Minha admoestação!


Em verdade, facilitamos o Alcorão, para a recordação. Haverá, porventura, algum admoestado?


E também se apresentaram os admoestadores ao povo do Faraó(1571).


Porém, desmentiram os Nosso sinais, pelo que os castigamos severamente, como só pode fazer um Onipotente, Poderosíssimo.


Acaso, os vossos incrédulos (ó coraixitas), são melhores do que aqueles, ou, por outra, gozais de imunidade, registrada nos Livros sagrados?


Entretanto, dizem: Agimos juntos e podemos (nos) defender!


Logo, a multidão será debelada e debandará.


E a Hora (do Juízo) é uma promessa, e ela será mais grave e mais amarga(1572).


Sabei que os pecadores estarão nos caos e na loucura.


No dia em que foram arrastados, no fogo, sobre seus rostos, (ser-lhes-á dito): Sofrei o contato do tártaro!


Em verdade, criamos todas as coisas predestinadamente.


E a Nossa ordem não é mais do que uma só (palavra), como um abrir e fechar os olhos!


E havíamos aniquilado os vossos semelhantes(1573). Haverá, porventura, algum que recebeu a admoestação?


Tudo quanto fizeram está anotado nos livros.


E toda a ação, pequena ou grande, está registrada.


Sabei que os tementes morarão entre os jardins e rios,


Em uma assembléia da verdade, na presença de um Senhor Onipotente, Soberaníssimo.

 


 

 

 
Jumada Athani de 1438





Acesse a versão Real Paper do Jornal Assiráj
Clique Aqui












 

 

 

inicial | artigos | notícias | contato


2007 Todos os Direitos Reservados - ibeipr.com.br ®
Desenvolvido por Fatcho