Quem Somos
  Nossa Opinião
  Cursos e Visitas
  Turismo Educacional
  Turismo Religioso
  Jornal Assiraj
  Loja Virtual
  Sermões de Sexta-Feira
 Baixe Revistas Grátis
  O Islã em Arquivos
  Livros Virtuais
  Baixe Livros Grátis
  Trabalhos Acadêmicos
 
  Islamismo
  Leia o Alcorão Sagrado
  Princípios Religiosos
  Práticas Religiosas
  Perguntas e Respostas
  Calendário Islâmico
  Aulas de Religião
  Horários das Orações
 
 
SOBRE A VISITA DO AIATOLÁ MOHSEN ARAKI AO BRASIL
por: Marcelo Buzetto
A PALESTINA NÃO É AQUI, NEM FICA EM ISRAEL
por: Salem Nasser
 
  Jurisprudência
  A profecia e os profetas
  O Profeta Muhammad
  Os Imames
  Dia da Ressurreição
  Assuntos Sociais
  A Economia no Islã
  Espaço da Mulher
  Sites Recomendados
  Jesus no Alcorão
 
  Tour Virtual
  Vídeos
  Recitação do Alcorão
  Papéis de Parede
  Proteções de Tela
  Recitação de Súplicas
 
 

cadastre-se para receber
os Informativos.


Email:

 
 

 

 

 

 

 

"AZ ZÁRIAT"

(OS VENTOS DISSEMINADORES)


Revelada em Makka; 60 versículos.

51ª SURATA

Em nome de Deus, o Clemente, o Misericordioso.


1.Pelos ventos(1527) disseminadores e impetuosos,

2. Que carregam pesos enormes,

3. Que fluem(1528) com moderação e suavidade,

4. E que são distribuidores,(1529) segundo a ordem (divina),

5. Que o que vos é prometido é verídico,

6. E que o Juízo é infalível!

7. Pelo céu, pleno de sendas,(1530)

8. Que seguis palavras discordantes,

9. As quais vos desencaminharão.(1531)

10. Que pereçam os inventores de mentiras!

11. Que estão descuidados, submersos na confusão!

12. Perguntaram: Quando chegará o Dia do Juízo?

13. (Será) o dia em que serão testados no fogo!

14. (Ser-lhes-á dito): Provai o vosso teste! Eis aqui o que pretendestes apressar!

15. Em verdade, os tementes habitarão entre jardins e mananciais,

16. Desfrutando de tudo com que o seu Senhor os agraciar, porque foram benfeitores.

17. Porque possuíram o hábito de pouco dormir à noite.

18. E, ao amanhecer, imploravam o perdão de suas faltas.


E há em seus bens uma parte para o mendigo e o desafortunado(1532)


E na terra, há sinais para os que estão seguros na fé.


E também (os há) em vós mesmos. Não vedes, acaso?


E no céu está o vosso sustento, bem como tudo quanto vos tem sido prometido.


Pelo Senhor dos céus e da terra, que isto é tão verdadeiro como é certo que falais!


Tens ouvido (ó Mensageiro) a história dos honoráveis hóspedes de Abraão?


Quando se apresentaram a ele e disseram: Paz!, respondeu-lhes: Paz! (E pensou): "É gente desconhecida".


E voltou rapidamente para os seus, e trouxe (na volta) um bezerro cevado.


Que lhes ofereceu...Disse (ante a hesitação deles): Não comeis?


Então sentiu medo deles. Disseram-lhe: Não temas! E anunciaram-lhe (o nascimento de) uma criança, que seria sábia.


E sua mulher irrompeu, (rindo) em voz alta; e, batendo na própria face, disse: Eu, uma anciã estéril!


Disseram-lhe: Assim prescreveu teu Senhor, porque Ele é o Prudente, o Sapientíssimo.


Perguntou Abraão: Qual é, então, a vossa incumbência, ó mensageiro?


Responderam-lhe: Em verdade, fomos enviados a um povo de pecadores,


Para que lançássemos sobre eles pedras de argila,


Destinados, da parte do teu Senhor, aos transgressores.


E evacuamos os fiéis que nela (Sodoma) havia.


Porém, encontramos nela uma só casa de muçulmanos.


E deixamos lá um sinal, para aqueles que temem o doloroso castigo.


E em Moisés (também, havia um sinal), quando o enviamos ao Faraó, com uma autoridade evidente.


Porém, (o Faraó) o rechaçou, com os seus chefes, dizendo: É um mago ou um energúmeno!


Porém, apanhamo-lo, juntamente com as suas hostes, e os precipitamos no mar, porque eram réprobos.


E (na história do povo de) Ad há um exemplo; desencadeamos contra eles um vento assolador,


Que não passava sobre aquilo a que ia de encontro, sem o reduzir a cinzas.


E (no povo de) Tamud tendes um exemplo, ao lhes ser dito: Desfrutai transitoriamente!


Porém, desacataram insolentemente a ordem de seu Senhor, e a centelha os fulminou, enquanto observavam.


E não puderam manter-se de pé, nem socorrer-se mutuamente.


E anteriormente a eles houve o povo de Noé; em verdade, era um povo depravado.


E construímos o firmamento com poder e perícia, e Nós o estamos expandindo.


E dilatamos a terra; e que excelente Dilatador tendes em Nós!


E criamos um casal de cada espécie, para que mediteis.


Apressai-vos, pois, para Deus, porque sou, da Sua parte, um elucidativo admoestador para vós.


E não coloqueis outra divindade junto a Deus, porque sou da Sua parte, um elucidativo admoestador para vós.


Mesmo assim, não se apresentou mensageiro algum àquelas que vos precederam, sem que dissessem: É um mago ou um energúmeno!


Acaso, tê-la-ão eles transmitido (a expressão), de um para o outro? Qual! São um povo de transgressores.


Afasta-te, pois, deles, porque não serás reprovado.


E admoesta-os, porque a admoestação será proveitosa para os fiéis.


Não criei os gênios e os humanos, senão para Me adorarem.


Não lhes peço sustento algum, nem quero que Me alimentam.


Sabei que Deus é o Sustentador por excelência, Potente, Inquebrantabilíssimo.


Em verdade, os iníquos auferirão a mesma sorte que os seus antepassados. Assim, que não Me constranjam a apressar (o castigo)!


Ai, pois, dos incrédulos no dia que lhes tem sido prometido!

 


 

 

 
Zul Qa'adah de 1438





Acesse a versão Real Paper do Jornal Assiráj
Clique Aqui












 

 

 

inicial | artigos | notícias | contato


2007 Todos os Direitos Reservados - ibeipr.com.br ®
Desenvolvido por Fatcho