Quem Somos
  Nossa Opinião
  Cursos e Visitas
  Turismo Educacional
  Turismo Religioso
  Jornal Assiraj
  Loja Virtual
  Sermões de Sexta-Feira
 Baixe Revistas Grátis
  O Islã em Arquivos
  Livros Virtuais
  Baixe Livros Grátis
  Trabalhos Acadêmicos
 
  Islamismo
  Leia o Alcorão Sagrado
  Princípios Religiosos
  Práticas Religiosas
  Perguntas e Respostas
  Calendário Islâmico
  Aulas de Religião
  Horários das Orações
 
 
A PALESTINA NÃO É AQUI, NEM FICA EM ISRAEL
por: Salem Nasser
QUANDO SURGIU O TERRORISMO
por: José Farhat
 
  Jurisprudência
  A profecia e os profetas
  O Profeta Muhammad
  Os Imames
  Dia da Ressurreição
  Assuntos Sociais
  A Economia no Islã
  Espaço da Mulher
  Sites Recomendados
  Jesus no Alcorão
 
  Tour Virtual
  Vídeos
  Recitação do Alcorão
  Papéis de Parede
  Proteções de Tela
  Recitação de Súplicas
 
 

cadastre-se para receber
os Informativos.


Email:

 
 

 

 

 

 

Recomendar o Bem

Deus Supremo revelou:

"E que surja de vós uma nação que evoque para o bem, ordene pelo obséquio e advirta contra o abominável. Aqueles serão os bem-aventurados".  Alcorão Sagrado (C. 3, V. 104).

A invocação para o bem e melhoria da sociedades, é uma grandiosa responsabilidade social, confirmada pelo Islam, o qual encarrega seus seguidores de depurarem o círculo islâmico contra a corrupção e a adulteração, divulgando o bem e a virtude, e convocando as pessoas para a fé e a crença no Islam e sua prática.

E a ordem pelo obséquio e a advertência contra o abominável e detestável, são duas das mais nobres obrigações no Islam, as quais representam um papel importantíssimo na sociedade islâmica, e expressam um papel importantíssimo na sociedade islâmica, e expressam o desenvolvimento espiritual da responsabilidade, o interesse pelos assuntos e problemas dos outros e o desejo sincero bem estar deles (usar de indulgência)... e finalmente, a saída do redemoinho do egoísmo.

Por isso, o Imám Jaafar "Assadeq" (as) disse: 

"Aquele que não se importa com os problemas dos muçulmanos, não é portanto, muçulmano".

O cumprimento individual das obrigações alusivas à Ordem pelo Obséquio e à Advertência contra o Abominável, é para a restauração e melhoria da vida social, porém, se houver dificuldade ou incapacidade para tal, por causa do individualismo disperso, deverão então se agrupar e formarem um grupo cooperativo e firme, a fim de poderem contar com os meios e estilos mais modernos para a convocação e recuperação social.

Extraído do livro: Os Princípios Islâmicos.

 

 


 

 

 
Jumada Athani de 1438





Acesse a versão Real Paper do Jornal Assiráj
Clique Aqui












 

 

 

inicial | artigos | notícias | contato


2007 Todos os Direitos Reservados - ibeipr.com.br ®
Desenvolvido por Fatcho