Quem Somos
  Nossa Opinião
  Cursos e Visitas
  Turismo Educacional
  Turismo Religioso
  Jornal Assiraj
  Loja Virtual
  Sermões de Sexta-Feira
 Baixe Revistas Grátis
  O Islã em Arquivos
  Livros Virtuais
  Baixe Livros Grátis
  Trabalhos Acadêmicos
 
  Islamismo
  Leia o Alcorão Sagrado
  Princípios Religiosos
  Práticas Religiosas
  Perguntas e Respostas
  Calendário Islâmico
  Aulas de Religião
  Horários das Orações
 
 
A PALESTINA NÃO É AQUI, NEM FICA EM ISRAEL
por: Salem Nasser
QUANDO SURGIU O TERRORISMO
por: José Farhat
 
  Jurisprudência
  A profecia e os profetas
  O Profeta Muhammad
  Os Imames
  Dia da Ressurreição
  Assuntos Sociais
  A Economia no Islã
  Espaço da Mulher
  Sites Recomendados
  Jesus no Alcorão
 
  Tour Virtual
  Vídeos
  Recitação do Alcorão
  Papéis de Parede
  Proteções de Tela
  Recitação de Súplicas
 
 

cadastre-se para receber
os Informativos.


Email:

 
 

 

 

 

 

O Monoteismo ou Unicidade de Deus

A Unicidade é a convicção de que Deus Supremo é Uno, Único, Ímpar e Eterno... e que Ele é o Criador deste Universo e ninguém se Lhe associa - isto é, não tem parceiro, nem outro igual, como não tem pai, nem mãe, nem esposa e nem filho - pois Ele é a procedência da criação, a razão das dores e a motivação dos princípios, como é à Ele se aplicam as magníficas qualidades e os atributos mais sublimes, porque Ele é o Sapientíssimo, o Prudentíssimo, o Poderosíssimo e o Imortal... Ele é o Misericordioso, o Eqüitativo, o Generosíssimo, o Influente, o Gigante e o Altíssimo!

Em Suas mãos está o bem e a tudo Ele pode... Ele é o Único e é o Supremo que cria e dispõe, faz viver e faz morrer e destina os mortos às moradas merecidas... e ninguém possui a capacidade de efetivar as Suas realizações ou se associar às Suas decisões - e não existe divindade além dEle - e a evidência disto, é o que nos rodeia em pistas e vestígios sobre a Sua Magnitude, e minuciosidade de Sua constituição universal. Aliás, tudo que existe no Universo, lembra Deus Supremo Glorificado!

Enfim, se o ser humano olhar para sí mesmo, já lhe bastaria crer na Unicidade de Deus!

Relata-se no "Al-Hadís Acharíf", ou seja, na "Nobre Tradição":

Aquele que conheceu a sí mesmo, conheceu a Deus.

Se passarmos a meditar sobre a imensidão do Universo, verificaríamos que tudo que há nele são os próprios vestígios de Deus, porque se tivésse outra divindade além de Deus Supremo, teríamos sem dúvida, outros rastros.

Certa vez, o Imám Ali Ben Abi Táleb (as) recomendou ao seu filho Al-Hassan (as):

"... e saibas meu filho, de que, se Lhe houvésse parceiro, viriam a ti seus mensageiros e tu verias seus vestígios, seu reino e seu reinado, e reconhecerias as suas qualidades e ações, porém, Deus é Uno e ninguém O contraria em Seu reino!"

Deus revelou no Alcorão Sagrado:

"Deus não teve filho e não existiu com Ele alguma divindade! Pois se assim fosse, cada deus se apropriaria de sua criação e teriam se prevalecido uns sobre os outros. Glorificado seja Deus de quanto Lhe atribuem!" (C. 23, V. 91)

Eis que esclarecemos a Unicidade de forma sumária:

A fé na existência de Deus Supremo.

A fé de que Deus é Uno, não lhe havendo parceiro e nem quem se assemelhe a Ele.

A Ele se atribuem as melhores expressões e as mais altas qualificações, sendo Ele o Grandioso, Magnificente e Absoluto.

Ninguém merece ser adorado além dEle, Glorificado seja!

 

 


 

 

 
Shaaban de 1438





Acesse a versão Real Paper do Jornal Assiráj
Clique Aqui












 

 

 

inicial | artigos | notícias | contato


2007 Todos os Direitos Reservados - ibeipr.com.br ®
Desenvolvido por Fatcho