Quem Somos
  Nossa Opinião
  Cursos e Visitas
  Turismo Educacional
  Turismo Religioso
  Jornal Assiraj
  Loja Virtual
  Sermões de Sexta-Feira
 Baixe Revistas Grátis
  O Islã em Arquivos
  Livros Virtuais
  Baixe Livros Grátis
  Trabalhos Acadêmicos
 
  Islamismo
  Leia o Alcorão Sagrado
  Princípios Religiosos
  Práticas Religiosas
  Perguntas e Respostas
  Calendário Islâmico
  Aulas de Religião
  Horários das Orações
 
 
SOBRE A VISITA DO AIATOLÁ MOHSEN ARAKI AO BRASIL
por: Marcelo Buzetto
A PALESTINA NÃO É AQUI, NEM FICA EM ISRAEL
por: Salem Nasser
 
  Jurisprudência
  A profecia e os profetas
  O Profeta Muhammad
  Os Imames
  Dia da Ressurreição
  Assuntos Sociais
  A Economia no Islã
  Espaço da Mulher
  Sites Recomendados
  Jesus no Alcorão
 
  Tour Virtual
  Vídeos
  Recitação do Alcorão
  Papéis de Parede
  Proteções de Tela
  Recitação de Súplicas
 
 

cadastre-se para receber
os Informativos.


Email:

 
 

 

 

 

 


26/06 - LEMBRANDO O MARTÍRIO DO IMAM ALI (a.s.)

O Comandante dos Crentes, o Mestre da Eloquência, o que se preocupava com os órfãos, o que refugiava os necessitados e o mais perfeito de todos os seres humanos depois do Sagrado Profeta Muhammad (S). Nasceu na Casa de Allah, a Sagrada Caaba, e foi mortalmente golpeado na Casa de Allah, a Mesquita de Kufa. O golpe falta de espada lhe foi dado no dia 19 de Ramadã – 25 de junho – e a morte lhe chegou no dia 21 de Ramadã de 40 A.H. Ele foi enterrado em Najaf (assim como Kufa, localizada no Iraque).
Na véspera do martírio do Imam Ali ibn Abi Tálib (a.s.), aproveitamos a oportunidade para estender nossas mais sinceras condolências ao Imam da Época, o Imam Al-Mahdi (que Allah apresse o seu desvelamento) e a todo o Mundo Muçulmano. Óh, Allah, ajuda-nos a viver a vida do Imam Ali (a.s.)
O Imam Ali Bin Abi Tálib (a.s.) havia profetizado sua partida deste mundo vários dias antes, e no dia do seu martírio pediu, misteriosamente, que seus filhos, os Imames Hassan e Hussein (a.s.) fizessem suas orações da manhã em casa e que não o acompanhassem, como usualmente faziam, à mesquita de Kufa. Quando o Imam Ali (a.s.) saía de sua residência, as aves domésticas começaram a fazer um grande ruído e quando um dos servos do Imam tentou aquietá-las, o Imam Ali (a.s.) disse: “Deixai-as tranqüilas, seus gritos são apenas lamentos pela minha morte”.
No dia 19 do mês sagrado do Ramadã, no ano hijrita de 40, o Imam Ali (a.s.) chegou à Mesquita de Kufa para suas orações da manhã. O Imam Ali (a.s.) realizou o chamado para a oração (azan) e se viu comprometido a liderar a congregação. Abd Arrahman ibn Muljam, fingindo que iria rezar, colocou-se justamente atrás do Imam. Quando este se colocava em prosternação, Abd Arrahman ibn Muljam deu-lhe um forte golpe com a espada, ocasionando-lhe uma profunda ferida na cabeça.
Este foi o momento em que o Imam Ali (a.s.) pronunciou sua famosa frase: “Fuzto warabil Kaaba – Pelo Senhor a Kaaba, logrei êxito”
O Sagrado Profeta Muhammad (S) havia profetizado o assassinato do Imam Ali (a.s.). Sobre o Imam Ali, o Sagrado Profeta disse: “Ó, Ali! Vejo diante dos meus olhos tua barba tingida pelo sangue de tua fronte”.
Assassinaram o Imam Ali (a.s.) em seu melhor momento - o momento em que se encontrava de pé diante de Allah, o Exaltado, durante a oração, em estado de submissão, no melhor dos dias, enquanto jejuava durante o mês de Ramadã; enquanto realizava o mais glorioso dos deveres islâmicos, enquanto se preparava para empreender a sua jihad, e no lugar mais elevado e puro e divino, a Mesquita de Kufa.
Que a complacência esteja com o Amir Al-Mo’minin Imam Ali Bin Abi Tálib (a.s.) e que ele seja bendito na outra vida!
O delito do assassinato do Imam Ali (a.s.) segue sendo, até os dias de hoje, um dos mais cruéis, brutais e horríveis, porque não foi cometido contra um homem, mas contra todos os líderes islâmicos. Assassinando o Imam Ali (a.s.), os seus inimigos, realmente, apontaram contra a mensagem, a história, a cultura e a nação dos muçulmanos, encarnados na pessoa do Imam Ali (a.s.). Desta maneira, a Nação Islâmica perdeu seu guia do progresso e a mais maravilhosa oportunidade em sua vida, depois do Sagrado Profeta (S).
O Imam Ali (a.s.) sofreu pela ferida da espada envenenada por três dias e faleceu no dia 21 de Ramadã, com a idade de 63 anos.
Durante estes três dias, ele encomendou seu filho, o Imam Al-Hassan (a.s.) com o Imamato, para guiar a Nação ideológica e socialmente. Durante esses três dias, como durante toda a sua vida, nunca deixou de recordar a Allah, louvando-O e aceitando-O, bem como a Seus mandatos.

 

 

| voltar



 

 

 
Moharram de 1439





Acesse a versão Real Paper do Jornal Assiráj
Clique Aqui












 

 

 

inicial | artigos | notícias | contato


2007 Todos os Direitos Reservados - ibeipr.com.br ®
Desenvolvido por Fatcho