Quem Somos
  Nossa Opinião
  Cursos e Visitas
  Turismo Educacional
  Turismo Religioso
  Jornal Assiraj
  Loja Virtual
  Sermões de Sexta-Feira
 Baixe Revistas Grátis
  O Islã em Arquivos
  Livros Virtuais
  Baixe Livros Grátis
  Trabalhos Acadêmicos
 
  Islamismo
  Leia o Alcorão Sagrado
  Princípios Religiosos
  Práticas Religiosas
  Perguntas e Respostas
  Calendário Islâmico
  Aulas de Religião
  Horários das Orações
 
 
SOBRE A VISITA DO AIATOLÁ MOHSEN ARAKI AO BRASIL
por: Marcelo Buzetto
A PALESTINA NÃO É AQUI, NEM FICA EM ISRAEL
por: Salem Nasser
 
  Jurisprudência
  A profecia e os profetas
  O Profeta Muhammad
  Os Imames
  Dia da Ressurreição
  Assuntos Sociais
  A Economia no Islã
  Espaço da Mulher
  Sites Recomendados
  Jesus no Alcorão
 
  Tour Virtual
  Vídeos
  Recitação do Alcorão
  Papéis de Parede
  Proteções de Tela
  Recitação de Súplicas
 
 

cadastre-se para receber
os Informativos.


Email:

 
 

 

 

 

 


05/09 - PUTIN ELOGIA ISLÃ NA INAUGURAÇÃO DA MESQUITA DE MOSCOU

O presidente russo, Vladimir Putin, destacou as virtudes humanistas do Islã durante a inauguração da Grande Mesquita de Moscou, uma das maiores da Europa, na presença de seus colegas palestino e turco, Mahmud Abbas e Recep Tayyip Erdogan. O evento aconteceu em julho de 2015.

"É um grande acontecimento para os muçulmanos da Rússia. Uma das mesquitas mais antigas de Moscou foi reconstruída em seu contexto histórico", declarou o presidente russo em seu discurso inaugural.

"A Rússia é um país multiconfessional no qual, insisto, o Islã é uma das religiões tradicionais", prosseguiu Putin.

"Esta mesquita será uma fonte para propagar as ideias humanistas e os verdadeiros valores do Islã", acrescentou, depois de denunciar o grupo Estado Islâmico (EI) que, segundo ele, "tergiversa o Islã".

Com uma superfície total de 19 mil metros quadrados, a Grande Mesquita de Moscou, situada perto do centro da capital russa, pode acolher 10 mil pessoas, o que a converte em uma das maiores da Europa quanto à capacidade.

A decisão de destruir a antiga mesquita, que abriu em 1904, gerou uma polêmica em 2011.

"As obras custaram 170 milhões de dólares", declarou o vice-presidente primeiro do conselho de muftis da Rússia, Ruchan Abiasov, citado pela agência russa Interfax.

Um oligarca originário do Estado russo do Daguestão, no Cáucaso, financiou grande parte da reconstrução com dezenas de milhares de dólares, disse Abiasov.

A inauguração deste local de culto não será, no entanto, suficiente para resolver a escassez de mesquitas em Moscou. A capital russa tem apenas quatro mesquitas para os entre um e dois milhões de muçulmanos que vivem ali, segundo as estimativas.

Vinte milhões de muçulmanos vivem na Rússia, sobretudo nas regiões historicamente muçulmanas, como o Cáucaso Norte, o Tartaristão e o Bascortostão.

 

 

 

| voltar



 

 

 
Moharram de 1439





Acesse a versão Real Paper do Jornal Assiráj
Clique Aqui












 

 

 

inicial | artigos | notícias | contato


2007 Todos os Direitos Reservados - ibeipr.com.br ®
Desenvolvido por Fatcho