Quem Somos
  Nossa Opinião
  Cursos e Visitas
  Turismo Educacional
  Turismo Religioso
  Jornal Assiraj
  Loja Virtual
  Sermões de Sexta-Feira
 Baixe Revistas Grátis
  O Islã em Arquivos
  Livros Virtuais
  Baixe Livros Grátis
  Trabalhos Acadêmicos
 
  Islamismo
  Leia o Alcorão Sagrado
  Princípios Religiosos
  Práticas Religiosas
  Perguntas e Respostas
  Calendário Islâmico
  Aulas de Religião
  Horários das Orações
 
 
SOBRE A VISITA DO AIATOLÁ MOHSEN ARAKI AO BRASIL
por: Marcelo Buzetto
A PALESTINA NÃO É AQUI, NEM FICA EM ISRAEL
por: Salem Nasser
 
  Jurisprudência
  A profecia e os profetas
  O Profeta Muhammad
  Os Imames
  Dia da Ressurreição
  Assuntos Sociais
  A Economia no Islã
  Espaço da Mulher
  Sites Recomendados
  Jesus no Alcorão
 
  Tour Virtual
  Vídeos
  Recitação do Alcorão
  Papéis de Parede
  Proteções de Tela
  Recitação de Súplicas
 
 

cadastre-se para receber
os Informativos.


Email:

 
 

 

 

 

 


10/11 - ZIARAT ARBA’IN IMAM HUSSEIN

Congratulamo-nos com todos os muçulmanos que, neste dia, lembram com pesar o Arba'in do Imam Hussein, ou seja, o 40o. dia após o seu martírio nas areias de Karbalá. Neste dia, milhões de muçulmanos acorrem ao seu santuário, no Iraque, e invadem as ruas em procissão pelo Imam que fez, de sua Revolução, o renascimento do Islã.

Abaixo, publicamos, em português, a tradução da Ziarat do Arba'in do Imam Hussein - que a paz esteja com ele. 

 

 

Que a paz esteja sobre o Favorito de Allah, que a paz esteja sobre o amado amigo de Allah, Seu herói distinguido! Que a paz esteja sobre o eleito confidente de Allah, sincera e justamente unido a seu pai! A paz esteja sobre Hussein, quem deu sua vida no caminho de Allah, um mártir, que passou por dificuldades não imaginadas. Que a paz esteja sobre os reféns rodeados pelo círculo implacável de tristeza e pena, assassinados
por uma horda de selvagens.

 

 

Ó, meu Deus, eu testemunho que, sem nenhuma sombra de dúvida, le é o Teu favorito e confidente eleito, quem disfruta de Tua confiança e avores, precisamente com o seu pai! Milhares olharam-no e o elegeram em Tua casa, elegeram-no e selecionaram-no por sua boa fortuna, selecionaram para ele os melhores íderes purificados, assinalaram-no como guardião, líder e defensor dos ireitos, deram-lhe muito e, adicionalmente, a herança dos Profetas, diantaram-no como um argumento decisivo, junto com os outros ucessores (do Sagrado Profeta, os Doze Imames Infalíveis) à humanidade.

Ele se satisfez com perigos mortais, atuou justificada e justamente, fez uso e tudo o que pertencia a ele para prestar completa atenção e aconselhar inceramente, tomou as dores, fez cada esforço e pôs seu coração, mente  alma e vida à disposição de Tua missão, para libertar as pessoas do omínio da ignorância e da maldade.

 

 

Mas, um malfeitor, enganado pela vazia esperança da maldade e pelos assuntos mundanos e vãos, oprimiu-o fortemente e vendeu sua parte (bênçãos eternas) por meio da mais baixa e vil transação, traiu-o mencionando o Dia do Juízo como um retorno vulgar, encheu-se de orgulho e insolência e, assim, caiu na brasa de loucuras ingênuas e estúpidas. Provocou a ira dos Imames e do Teu Profeta, fazendo com que descrentes empedernidos, hipócritas, erguessem as pesadas e calcinadas barreiras do pecado, condenando-se ao fogo do inferno e aconselhando-se nele. Contanto, ele (o Sagrado Imam), constante, correta e justamente enfrentou-o, obedecendo-Te, deu sua vida, após o que sua família foi deixada à deriva.

 

Ó, Deus meu, portanto, condena-os ao inferno como denúncia e cárcere; e esmaga-os com um castigo doloroso. A paz esteja contigo, ó, filho do Mensageiro de Allah! A paz esteja sobre ti, ó, filho do primeiro dos sucessores (do Sagrado Profeta)! Testemunho que Allah pôs fé em ti, assim como Ele teve completa confiança em teu pai, e que tu sempre olhastes e colhestes o bem e a virtude, que vivestes uma vida louvável e que partistes deste mundo como um mártir, abandonado e massacrado; testemunho que tu mantivestes a promessa feita a Allah e que lutastes em Seu caminho, até que estivestes certo de haver chegado (em teu destino), e que a maldição de Allah esteja sobre aqueles que te assassinaram, a maldição de Allah esteja sobre aqueles que te oprimiram, a maldição de Allah esteja sobre as pessoas que souberam de tudo e o aprovaram.

 


Ó, Deus meu, sê testemunha de que sou amigo daqueles que o amam e me oponho àqueles que o negam. Eu e meus ascendentes estamos a tua disposição, ó, filho do Mensageiro de Allah! Eu sei e testemunho que percorrestes suavemente as colinas e que fostes concebido em matrizes puras, que nunca tocastes a impureza da ignorância nem tampouco a obscuridade encobriu-te em seus fulcros; eu testemunho que tu és o pilar do Din, suporte dos muçulmanos, refúgio dos crentes; eu testemunho que tu estás com a verdade, a par de tudo, contido, inteligente, guia dos bem-guiados; testemunho que os Imames, entre teus descendentes, são os símbolos da “piedade consciente” e signos da “verdadeira guia”, a “empunhadura segura” (Islã) e os argumentos decisivos sobre a humanidade; declaro positivamente que tenho completa fé em ti e sei, com certeza, que tu retornarás. Estou completamente comprometido com as leis da minha religião, seguro dos meus atos. Minha mente e meu coração estão prontos para o teu retorno e meus assuntos são levados a cabo à luz das tuas instruções, até que Allah te dê permissão, junto a ti, ao teu lado, não ao mesmo tempo que os teus inimigos. As bênçãos de Allah estejam sobre vós, sobre suas almas, sobre seus corpos quando visíveis, quando invisíveis, sobre vossos aspectos perceptíveis, sobre vosso gênio interior.

 
Amém, ó, Senhor dos Mundos.

 

 

 

| voltar



 

 

 
Safar de 1439





Acesse a versão Real Paper do Jornal Assiráj
Clique Aqui












 

 

 

inicial | artigos | notícias | contato


2007 Todos os Direitos Reservados - ibeipr.com.br ®
Desenvolvido por Fatcho